Ballgowns – 60 anos da Moda Britânica Noturna

Exposição em Londres Traz Vestidos de Gala e Designers Renomados até Janeiro de 2013

Image

Após uma longa reforma o museu Victoria & Albert Museum – “V&A”, em Londres, reabre as portas de sua galeria de moda e exibe os melhores vestidos de gala usados nos tapetes vermelhos, passarelas e festas luxuosas de 1950até os dias de hoje, “tanto para os historiadores de moda, estudantes, e aqueles que cuidam de sonhar, esta é uma importante exposição”, afirma Paul Tierney, jornalista e professor de moda na Universidade de Moda de Londres (London College of Fashion).

Image

Foto: David Hughes

Exibida em dois andares, “Ballgowns” mostra o que há de melhor quando o assunto for o requinte dos vestidos de baile, das cores favoritas daquela época, estilos de silhuetas que foram marcantes e continuam no pilar da moda britânica, tudo feito sob medida para várias celebridades como a Rainha Elizabeth Mãe, Princesa Daiana, Sandra Bullock, alguns desenhados por Catherine Walker, Zandra Rhodes e o lendário Victor Stiebel.

Image

O segundo andar da exposição

O designer queridinho das celebridades GarethPugh, criou um vestido de couro metalizado especialmente para a exposição, Tamara Ralph e Michael Russo da marca Ralph & Russo, recriaram o vestido coberto por cristais usado pela cantora Beyoncé. Outro ponto forte é o “The EvilDress”, desenhado por Catherine Walker que vestiu a Princesa Diana em outra ocasião.

Image

à esquerda “The Evil Dress” por Catherine Walker, à direta “Ralph & Russo”

Com uma arquitetura e iluminação bem projetada que dão a impressão de estar em um dos bailes de gala, nas festas reais, e passarelas, Ballgownsconvida o visitante a entrar no mundo do glamour britânico e observar a evolução do design desde 1950 a 2012, “a exposiçãoretrata uma época em que o importante, era usar o vestido e não deixar o vestido usar você como acontece nos dias de hoje”, comenta Paul.

Quando o assunto é suntuosidade, existe uma forte relação de tradição britânica que se estabilizou desde os antigos estilistas como HardyAmies, Vivienne Westwood, Hussein Chalayan e tem sido mantido nos atuais Alexandre McQueen e Jonathan Saunders, criar peças exclusivas com tecidos luxuosos, moldes únicos e garantem o “vestir para impressionar”, – a exposição no V&A é de tirar o fôlego.

Ballgowns – British Glamour Since 1950.

V&A – Victoria & Albert Museum
Onde: Cromwell Road London SW7 2RL (próximo à estação South Kensington)
Até 06 de Janeiro 2013.
Horário: diariamente (segunda a quinta) das 10:00 às 17:45 – (sexta-feira) 22:00h

Entrada: 10 £ libras (R$ 32.00 – cotação do dia) / 7 £ libras: idoso/estudantes e 12 a 17 anos) (R$
22.85 – cotação do dia).

Advertisements

Mickey! Mickey!

Olá criançada, não, o Bozo não chegou! Rsrs. Quer dizer..

Faz um tempinho, mas eu quero mandar um beijo para todos que acompanham o blog, meio desatualizado, mas acompanham! 😉

Bem, hoje, nas minhas diversas compras malucas(sim, às vezes sou Fashionholic ou Fashion victim, como queiram), assumo, é um defeito. Porém se engana aqueles que pensam que eu saio comprando tudo que é caro, de grife e etc. Se eu achar um brechó bacana para garimpar umas peças, eu garimpo, se eu achar uma loja de departamento que eu goste de algo em PROMOÇÃO eu compro. Por exemplo, essas BELEZURAS de camisetas com a carinha do Mickey e o raio mais copiado e famoso do mundo de David Bowie (um charme!). Todas estavam na mega-liquidação da C&A de R$ 49,90 por R$ 9,90! RÁ! Vem na minha e passe de ano!

A primeira camiseta que eu estou usando, comprei na Riachuelo, sim, paguei R$ 19,90, caro? Não, acessível. Mas pensando por um lado, eu levei uma pelo o preço de duas na C&A(ok..ok). Era lançamento de coleção? Não sei, não ligo para isso. Se estiver na arara e for bacana eu levo para casa.

Camisetas animadinhas para todo tipo de look.

Houve um momento em que as pessoas libertaram os seus desenhos favoritos nas camisetas, usavam com leggings, jeans, shorts de sarja, jeans, calças pantalonas. Ainda acho que anda faltando esse espírito de alegria nas pessoas, assim quem sabe, elas se libertem dessa coisa Slave que o Color Blocking, as pantalonas, a brasilidade, os tucanos & cia as prenderam.

Infelizmente, como disse no post do, “1 pants and 10 looks“, ainda falta criatividade e desejo único das pessoas na hora de se vestirem. Sim, porque imagine todo mundo com a mesma roupaa na boate, no cinema, na augusta e por ai vai? Não dá!

Vamos lá. Botem o personagem da sua infância que existe dentro de vocês para fora!

P.S: no post sobre as camisetas dos Smurfs da Renner também tem alguns looks.

Au revoir!

Hot! Hot! Hot! Huis Clos & Riachuelo?

Hello!

Ladies and Ladies! Recebi uma notícia que me fez ficar um pouco mais feliz sobre o quanto as pessoas apreciam a moda, tanto fast fashion quanto a moda mais conceitual. Sim! A rede de lojas fast fashion Riachuelo e a sofisticada grife Huis Clos vão criar peças com valores acessíveis e com muito refinamento! 🙂

Franjas, Laranja, ankle boots, calças chinos, mini vestidos, saia alta, paetês e branco são algumas das tendências verão 2012! Fonte da foto: UOL Moda

A “união” está prevista para acontecer até o final desse ano, no máximo em Dezembro. Será que vão rolar peças banacas (não que as peças já existentes na Riachuelo não sejam legais), mas um toque de sofisticação às roupas não é exagero. Certo?

Comparando as últimas uniões que estão acontecendo ultimamente não me espanto em ver grandes nomes assim, com diferentes identificações de público e vontade de moda se unindo. Para começar, é bacana falar sobre algumas das uniões muito bem-sucedidas como as da C&A com Stella Mccartney, Reinaldo LourençoAlexandre Hechcovitch, Glória Coelho e Sérgio K.

Calças pantalonas, mini estampas, floral, laços, mini shorts, saias plissadas, jeans, e tons românticos, tendências 2012. Fonte da Foto: Riachuelo

Além de outras que a Richauelo já fez com Cris Barros, Thais Gusmão, e na sua segunda leva com o nome mais cobiçado dos últimos tempos Pedro Lourenço

Me pergunto como será a mistura de duas tendências bem diferentes? Será que o público que está acostumado a comprar peças quase que exclusivas, vão se render às compras nas lojas de departamento? Acho que sim. Lembro-me o frisson que a coleção da Stella fez quando passou pelo o país. (leia matéria publicada no site da VOGUE).

Além disso, será que a Moda conceitual está mais “aberta” para encarar o mundo das lojas de departamento como C&A, Renner, Marisa(alguém lembra de algum episódio igual?), e Riachuelo? Será que essa é uma boa estratégia de ampliar os olhares de quem não entende muito de moda(não todos, mas alguns), refinar e enviar a mensagem corretamente?

Eu daria tudo para estar nesse meio, fotografando e registrando. Claro, a união das marcas não vai causar o impacto que Stella provocou, mas, imagine só, o povo todo correndo para buscar Chanel na Renner? Rs.

O Hi-Lo vai ser o primordial na hora de escolher e montar os looks. Para aqueles que não sabem o que significa Hi-Lo, é a brincadeira de misturar peças caras com outras de valores baixos. Sabendo fazer um contraponto nos looks, e com um pouco mais de intendimento de moda, tudo dá certo! Vai por mim!

Já estou até vendo a galera que vai fazer o movimento de cartões da Riachuelo aumentar rapidamente. Isso é, se Dona Clô não abusar na hora do cobrar nas peças. Go forth!

E você, já está se preparando para arrasar nas compras?

Dá um follow, pô! Facebook / Twitter

1 pants and 10 looks.

I was wondering about, how I could creat TEN looks with one unique pants! And the answer came out like a boom! And probably you´re asking yourself, “WTF is he writing in English?!”, the answer? I don’t know, but I had the wish. So I did it!

Sometimes is good to have new ideas, good ones, obviously! Well, fashion makes me feel a bit odd, a bit nervous, a bit concerned about, WHERE IS FASHION WAY TO DEAL WITH NEW THINGS IS GOING? Deal with new ways to think, to do, to create. Is not all about what fashion is? Be creative? Look forward? Be yourself? I do pretend that everybody knows what is new, and what can be new in Fashion. And also what cannot be copy – unfortunately everything is being copied. Not reviewed, but copied, that makes me feel so sorry about Triton, who copied Prada’s 2012 style.

Fonte: Reprodução

Fonte: Reprodução

The colors are the same, the shape, the intention, well, unless prada has forgotten how Brazilianess is now high, or should I say that is it the opposite? That Triton saw Prada’s runway first the copied? must find it!

 

Speaking about Prada, have a look in this AMAZING campaign made for Fall Winter 2012! Spetacular!

There are so many people who declare themselfs as it-persons that makes me puke! Really! THERE ARE NO IT-F*CKING-PERSON, IT-F*CKING-BAGS OR IT-F*CKING SHOES, for me, everything is equal. We should have confident in ourselfs when choosing a nice outfit, or accessory to compose the look that we´ve choosen! That’s all what Fashion means to me.

Don’t follow the rules, unless all make sense for you! That’s why I tried to do in 10 looks whit a transparent white pants. go forth!

What defines you is your style and yours unique ideas!

Fonte: Looklet

Fonte: Looklet

xxx!

Desculpem, esse post será apenas em Inglês!

Color fucking block!

Tá, eu sei que disse no texto da GQ que não ia suportar falar do maldito color blocking, mas é impossível ver um clip desses e não lembrar dessa tendência que, Miss Madonna botou para acontecer na “Sticky & Sweet Tour” em 2009 na música Music (confira!)

Além disso, basta olhar os trabalhos do Keith Haring para notar que esse tal “color block” já existe há muito tempo! Que Yves Saint Laurent já usou e o povo tá fazendo um remake ridículo!

A banda Metronomy é inglesa e fez um clipe bem a là Color Block ou Color Blocking como preferir. O som é gostoso de se ouvir, e lembra um chill out, conversar paralelas, bonsdrink e muitos amigos ao redor fazendo dancinhas descoordenadas!

O clipe serve como inspiração para aqueles que não saem das cores primárias. Para quem não sabe, as cores são: azul, amarelo e vermelho. Tá?

O color blocking é uma armadilha para as mulheres mais cheinhas, pois além de chamar atenção para as áreas do corpo que elas temem em mostrar, as cores separadas por blocos achatam MUITO. Dizem que o color blocking pode ser usado apenas por mulheres magras, eu discordo, se souber combinar as cores de um modo que elas fiquem em harmonia dá super certo. Reparem que a integrante da banda tem um quadril super largo e para onde você olha primeiro ? A blusa amarela! Ela fez o truque, “sobe” no olhar..Também fiquei sabendo que a próxima capa da revista UMA é a Fluvia Lacerda, a modelo super size mais cobiçada do momento!

Dicas para o color blocking:

Para que o seu color blocking fique bacana, dê uma busca no google sobre quais são as cores primárias, secundárias, cores frias e quentes. É fácil e às vezes muito divertido.

– Se você é baixinha, procure usar as cores mais fortes na parte de cima, elevando a atenção para cima, nada de botar um vermelho sangue ou laranja na parte de baixa, pois, se você colocar um azul marinho, imagine qual é a cor que vai mais se destacar..

– Se você está acima do peso olhe no espelho e veja qual é a parte mais marcante do seu corpo, viu? Nessa área você deverá apostar em uma cor que não evidencie tanto a área como, o verde militar, chocolate, vermelho queimado e amarelo mostarda. Na área onde você quer valorizar aposte em uma cor bem forte e marcante, vermelho cereja, azul celeste, azul coral, azul turquesa, verde bandeira, laranja e etc. P.S: evite usar cores marcantes no local que você não quer deixar marcado. Não é necessário seguir essa risca, mas experimente as peças em diversas cores e veja se adapta melhor para o seu corpo, sempre lembrando das cores, ok?

– Se você é alta que tal misturar e brincar? Monte um look color candy colors. Que tal? Já que pode misturar tudo, aproveite e se jogue no mar de arco-íris.

– Dá para montar um look todo branco, off-white e brincar com o color blocking nos acessórios? Sim, dá! Se o seu quadril for grande, opte por bolsas carteiras(as famosas clutch), cintos mais finos que não evidenciem o seu quadril e nem marquem. Brincos também entram na dança e podem ser grandes aliados.

Vale muito ressaltar que, as candy colors diminuem o tamanho do quadril se souber  brincar muito bem, além disso um look monocromático SEMPRE, SIM, SEMPRE aumenta qualquer pessoa.

Fiz uns looks para ver se rola apostar. Tentei mostrar vários tipos de mulheres, na alfaiataria, no esporte, na balada, no trabalho, no happy-hour e etc..

Au revoir e um ótimo sábado!

Schwarzkopf Professional apresenta opções de looks para diferentes personalidades

Schwarzkopf Professional apresenta opções de looks para diferentes personalidades

No mundo da moda todo mundo que mexe com Editorial tem que saber um pouco de tendência, que tem que saber um pouco de Visual Merchan, que tem que saber um pouco de moda fast-fashion e moda conceitual, que tem que saber um pouco de fotografia, que tem saber um pouco do mundo de todo mundo.. É, um circulo vicíoso que não para, e não pode jamais parar.

Mas vamos ao que interessa!

Do romântico ao mais ousado, os visuais sugeridos pela Schwarzkopf Professional apresentam um conceito completo de moda, que podem ser interpretados e adaptados aos mais diversos estilos e etnias! Ao passar pela primeira vez no Brasil, em Abril desse ano, o Essential Looks World Tour 2011 – ditou tendências e trouxe as novidades da temporada Outono/Inverno 2011 em coloração e cortes de cabelos para inspirar as brasileiras. E está dando super certo!

Das passarelas de Nova York, Milão, Londres e Paris saíram as inspirações para o Diretor Criativo do Essential Looks, Steve Hogan, e os hairstylists e embaixadores da Schwarzkopf Professional, Tyler Johnston e Lesley Lawson, desenvolverem quatro tendências – denominadas Edge, Pure, Metropolitan e Urban –, totalmente adaptadas ao perfil da mulher brasileira.

Para as mulheres que têm personalidade: independente, confiante e objetiva, o estilo Metropolitan é mais indicado. O que marca o perfil dessa mulher com traços delicados e personalidade forte são cabelos com tons em degradê, com colorações sutis não marcadas com efeitos se destacam principalmente na franja. Já para os cabelos cacheados, por exemplo, o destaque está em evidenciar as texturas. O corte revela que os cachos estão na moda e define a principal característica da mulher Metropolitan: a autenticidade e sempre em sintonia com a Moda. Cores e brilhos com alta estilização e muita luminosidade e que tendem para tons naturais compõem o visual Metropolitan!

Aquelas que são sensíveis, românticas e sonhadoras(Ouuuun!)

podem apostar em uma sensualidade sutil com os cortes “Pure”, que marcam os cabelos com mais movimentos, sem esquecer da leveza. Os tons são mais suaves e claros. Até mesmo para cabelos escuros, a tendência são os acobreados para tons marrons, partindo sempre do loiro escuro. Para o Pure, os loiros ganham mais evidência. Para mulheres mais irreverentes, os tons acobreados terão mais evidência. O cabelo loiro(nada Adriane Galisteu, Pamela Anderson, Robyn, Christina Aguilera), em tom pastel evita contrastes de cores, dando leveza ao visual Pure. A inspiração vem da primavera, flores, tecidos leves com transparências, rendas e bordados delicados, que criam um estilo romântico.

Irreverente e contraditória tipo leonina, sabe?

Mulheres com essas características irão se identificar com os looks propostos pelo Edge. O visual revela traços de uma personalidade irreverente, propondo cortes marcantes, com contrastes de cores bem definidas. A proposta é não se limitar as escolhas padrão.
Inspirado no estilo punk, o look Edge traz um corte direto e forte com cores expressivas – segundo o conjunto da imagem pessoal de cada uma –, o que amplia as opções partindo desde os tons escuros frios até claríssimos em contraste.

Para as mulheres modernas, populares e high-tech(não, não são nerds!) O Urban traz movimento para quem ama a agitação das grandes cidades, a era da comunicação digital e as últimas tecnologias. Indicado, principalmente, para a mulher que gosta de se destacar na multidão. Cortes descontraídos, com muitas variações de comprimento e textura definem o conceito deste look. Geralmente curtos e práticos para o dia a dia, os cabelos possuem cores que trazem pontos com forte luminosidade.

                                                     

P.S:. Eu gostei tanto dos dois últimos looks que resolvi postar os dois.

Au revoir!

GQ.

Sei que está ultrapassado, mas é sempre bom rever as coisas boas que são produzidas por ai. Esse vídeo da GQ Brasil foi bem editado, montado, pensado e renovado! Parece que você está assistindo a um filme de ação, daqueles que não consegue piscar, sabe?

É um novo jeito de fazer um editorial, com uma mente fresca e inovadora. Assim, fiquei me perguntando horas, “poxa, o mundo tá se acabando no Color Block e os caras inventando uma nova forma de mostrar uma ótima alfaitaria, combinações e etc? Será que vai ter mais gente que vai copiar? Nãããão(aham).

Quero deixar bem claro que, adoro o color block ou color blocking como vocês quiserem, mas acho que tá na hora dessa onda arco-íris ir embora, não?

Au revoir!

Verão 2012!

Hello Hello!

Eu prometi não largar tudo e voltar! Certo?

Eu tenho andado muito pelas lojas da Renner. A coleção de verão já está dando as caras. Muito color blocking, muitas listras, estampas e muita feminilidade. Até as lindíssimas camisetas dos Smurfs já apareceram e podem ser combinadas com vários looks como eu mostrei no post.

O ar vintage do inverno despede-se para dar lugar a um verão vibrante e cheio de possibilidades. A cada temporada, a Renner traz as tendências da moda para desenvolver sua coleção, seguindo o conceito de estilos de vida.

E para o Verão Renner 2012 as marcas exclusivas fizeram uma leitura dos key itens da estação, adaptados ao clima, às cores e às preferências das diversas regiões brasileiras. Afinal, hoje a Renner é uma empresa presente de Norte a Sul do país.

A estação chega com muitas cores.  O visual colorido vem em looks ousados no melhor estilo color block com listras largas, em produções casuais e até mesmo sofisticadas. Para propostas mais minimalistas, o branco total está em alta tanto para ir ao trabalho (em ternos completos) quanto para a praia (com vestidinhos longos em algodão com detalhes de broderie). Os looks sólidos em azul Klein, laranja, vermelho e verde esmeralda dão o tom alegre que  a estação pede.

A feminilidade vem com os vestidos fresquinhos confeccionados em algodão, nas batas ciganinhas e em modelos tomara-que-caia. Referências da década de 70 ora revivem as calças flare que pedem as vertiginosas plataformas e as bolsas com franjas, ora trazem o clima disco com estampas de gravataria em vestidos longos e acessórios metalizados.

Tá, mas o que não pode falar no guarda-roupa delas?

– listras;
– color block: looks que misturam laranja, coral, azul Klein, verde esmeralda, vermelho e pink;
– look branco total;
– calça flare;
– vestido longo;
– saia longa e fluida;
– bata ciganinha;
– peça com estampa floral;
– espadrilles;
– acessórios em azul turquesa;
– bolsa com alças longas para ser usada a tiracolo;
– peças com estampa vichy.

Tá, mas o que não pode faltar no guarda-roupa deles?

– azuis, sobretudo o turquesa e o Klein;
– tons de rosa que lembram o pôr-do-sol;
– t-shirts de gola V;
– listras;
– calças com modelagem mais ajustada;
– camisa xadrez;
– bermudas em jeans e sarja com apelo utilitário.

E na moda esporte, como investir?

A nova estação pede corpos à mostra, e a linha Get Over, de active wear da Renner, traz diversas opções de modelos e cores, com destaque para o pink. Os recortes em telinha
de poliamida deixam a peça  com  uma sutil  transparência e facilitam a transpiração. O cropped t-shirt continua na estação do calor sobre tops alongados ou deixando
a barriga  de fora, dando charme para a caminhada do fim  de semana. Destaque para a linha de camisetas soltinhas no corpo e com silks, ideais para os momentos de lazer.

E quais acessórios investir para o verão 2012?

Os hippies foram a inspiração da coleção anos 70 de bijoux da Renner. Mandalas, head band com aplicações florais, pulseiras de couro e camurça são as peças-chave em tons terrosos e turquesa. Bolsas saddle e com franjas com detalhes vazados a laser acompanham clogs, sandálias de salto grosso e rasteiras com tranças.

O tema Savana foi inspirado nas mulheres casuais e sofisticadas com colares em miçangas nos tons terrosos e pulseiras em metal no estilo ouro velho. Para combinar vale apostar nas sandálias multitiras, nos espadrilles, nas bolsas com detalhes em tressês e tramas, além das com textura de cobra e croco.

Já para as românticas, a Renner criou uma coleção toda delicada de pérolas, laços e pedrarias em tons pastel. Oxford vazado, rasteiras e sapatilhas completam o visual com bolsas pequenas no estilo vintage.

O verão vibrante do color blocking com cores sólidas como coral, azul Bic, vermelho e verde  bandeira invade bolsas, scarpins, peep toes e sandálias com tiras. O visual descontraído é a sugestão do tema Piquenique que mistura estampas vichy, xadrez e florais  em  espadrilles, sapatilhas de tecido e bolsas em  lona.

Nesse verão as bandanas farão as cabeças masculinas e, nos pés, a camurça será imbatível. A novidade da estação fica por conta do cinza que aparece em cintos e sapatos. As cores do verão surgem em peças lavadas, como nos cintos de lona e nos bonés de sarja.

E o que devo apostar para a moda praia?

Entre os temas da coleção, o clima tropical do Rio de Janeiro traz a natureza, as frutas e os florais para compor com listras, vichy e poás em cores vibrantes. As amantes do visual étnico vão desfilar lindas estampas de folhas e plantas exóticas, além de animais típicos das florestas. Os ikats dão um toque artesanal às peças.

O tema Marrakech vai encantar os estilos mais elegantes. Traz modelos de biquínis e saídas de praia que podem fazer bonito numa festa no iate. Os tons azuis harmonizam-se com os aviamentos sofisticados que  fazem toda a diferença.

As peças-chave passeiam entre maiôs estruturados, top  tomara-que-caia com  bojo  torcido, calçinha com  a lateral  drapeada, saídas de praia em  tule, saias  e shorts de lasie (broderie).

 

Agora basta ficar de olho nas novidades do mundo fashion e brincar de misturar tudo! Só tomem cuidado para não ficar over. Muita informação sabe?

Um ótimo começo de semana!

Dá um folloooow rafitos (fb) rafitos(twt).

Cama, mesa e banho..Barba, Bigode e Cabelo!

Hello! Hello!

ABANDONEI, sim! Eu confesso, mas nunca imaginei que a minha vida estaria tãããão corrida e cansativa como está agora. Vale a pena? Às vezes sim, às vezes não.. Complicated.

Enfim, recebi um release beeem bacana para publicar, então, por isso vou publicá-lo, mas claro que vai ter moda junto! AHA! 🙂 (bem no fim, ok?)

A Karsten é uma referência no mercado de cama, mesa e banho. A catarinense Karsten apresenta sua coleção Primavera/Verão 2012 que vem cheia de estilo e refinamento!

Entre as principais novidades, destaque para as listras e grafismos, idealizadas em referências internacionais e também refletidas nos últimos eventos de moda do país, como o São Paulo Fashion Week e Rio Fashion Week.

A Karsten aproveitou algumas das referências do design que marcaram a evolução das décadas. Como os desenhos gestuais a lápis (pencil draw motifs), os desenhos gráficos e formas geométricas que causam um efeito realista. Todas estas inspirações são interpretadas e produzidas com toques atuais e modernos.

O objetivo da coleção Primavera/Verão 2012 é unir o melhor do design e da tecnologia, e seja qual for o estilo, qualquer lugar pode ser transformado em um refúgio de conforto, beleza e bem-estar

Karsten Primavera/Verão 2012!

Cultural Garden vem com um ar artesanal e muito romantismo, a linha Cultural Garden resgata o conceito do simples e feito à mão. As estampas adquirem um resultado visual figurativo, obtido através de desenhos gestuais a lápis. As flores sempre aparecem repaginadas, proporcionando o toque de delicadeza tão desejado da temporada, graças aos tons aquarelados.

  

O Natural Look explora a natureza do oriente com cores marcantes, sendo o bambu elemento presente nesta coleção. Com o visual repaginado e elegante, as estampas trazem elementos da natureza como frutas da estação, pássaros e borboletas, destacando o toque de brasilidade. (ps: A brasilidade está em ALTA!)

   

Arrasando no Contemporary.

Essa coleção resgata o surgimento das imagens digitais, declarando o Pixel como tendência desta estação. A coleção incorpora cada vez mais elementos góticos, com estética contemporânea e misteriosa. A estilização das formas cotidianas e pictogramas trazem também como referências a domestic art (atraente mistura de utensílios de cozinha, pequenos eletrodomésticos e louças, estilizados).

Um mix de humor e fantasia unindo ritmo, cores e grafismos.

  

Chegou o TIMELESS! Contemplando o minimalismo e a praticidade esta linha tem como base tons neutros, brancos e crus. A coleção traz o atemporal, resgatando a ideia de que o básico pode fazer toda a diferença.

                                                

Para arrasar com essas belezuras, a mulher deve ter dentro de si: um ar retrô, chic, moderno, vanguarda, despojado, clássica e pop!

Um bom fim de semana!

Dá um follow aê! facebook !

Smurfs! Onda Azul!

Galera. E quem diria? Um dia eu assistiria um dos desenhos que fez parte da minha vida, assim como de muitos!

É com um imenso prazer que anuncio que os Smurfs vão arrasar na próxima estação. Mas será que eles vão fazer a cabeça e a roupa? Acho que sim! Os smurfs assim como o Fast Fashion é alto bem passageiro. Tudo é consumido com uma velocidade incrível, que em algum momento, puft, desaparece! Das prateleiras até do Cinema.

A fast fashion Renner trouxe os Smurfs para animar os looks e dar aquele ar de “enfant” para todos que aderirem a moda!

Do trabalho ao look street, eles vão fazer a sua cabeça, só R$29,90 cada! O que acham?

Dá um follow!

@rafitos